Especialistas se opõem à introdução de horário de verão

Noticias em geral

Especialistas que participaram de um simpósio em Tóquio manifestaram oposição a um plano de introduzir horário de verão antes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020.

O evento foi realizado no domingo (2) pelo Instituto do Japão de Lei e Sistemas de Informação, formado por especialistas em segurança da informação e tecnologia da informação.

O professor Tetsutaro Uehara da Universidade Ritsumeikan disse em seu discurso de abertura que não há tempo suficiente para preparar infraestrutura de tecnologia da informação para a mudança, a qual ele diz que levaria de 4 a 5 anos.

Ele também disse que alguns eletrodomésticos conectados à internet são difíceis de adaptar e sismógrafos instalados em todo o país precisam ser substituídos, o que terá um impacto no sistema de prevenção de desastres.

Uma organização da indústria de tecnologia da informação disse que está preocupada sobre o fato de que tal discussão está acontecendo sem análises científica e econômica, e em uma época quando a União Europeia está considerando abolir a mudança de horário.

Enquanto alguns argumentem que o horário de verão reduz o consumo de energia e é uma medida eficaz contra o aquecimento global, outros dizem que ele pode afetar de forma negativa a economia e a vida das pessoas.

A proposta para o horário de verão surgiu de altos funcionários dos jogos de Tóquio. O primeiro-ministro Shinzo Abe sugeriu que isso fosse discutido pelo PLD- Partido Liberal Democrata.

Fonte e imagem: NHK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *